Na aba basic settings você verá as opções que conseqüentemente devem ser alteradas para que o gateway opere normalmente com o seu PABX IP.

basic settings

Nesta primeira parte você pode definir como será feita a configuração do IP de acesso do seu gateway. Podendo ele ser:

Dynamically assigned via DHCP – com esta opção marcada o gateway receberá um IP definido pelo servidor de DHCP da sua rede. Esse IP pode mudar caso o equipamento seja desligado. Em produção não é recomendado utilizar desta forma.

Use PPPoE – com esta opção, o gateway faz uma autenticação no servidor utilizando usuário e senha sobre a rede ethernet.

Statically Configured as – nesta opção você definie estaticamente o IP que será usado no seu gateway. Configura nele o IP, máscara de rede, gateway padrão e os servidores de DNS primário e secundário. Esse número não será alterado com o desligamento do equipamento. É indicado utilizar este modo de operação quando em produção.

Pressiona o botão “Reset” no painel traseiro. Pressione suavemente o botão ali presente com o gateway ligado. Conseqüentemente após uns 05 segundos pressionado as luzes do gateway irão se apagar, só então solte o botão de reset.

Aguarde o gateway estabilizar, algo em torno de 30 segundos. Pronto! Gateway resetado. Agora execute os procedimentos indicados anteriormente para identificar o IP do mesmo e também para liberar o acesso a porta WAN.

NAT

tela_ht503_04

Primeiro de tudo, você definirá como deverá ser o comportamento das portas LAN e WAN do gateway. Se haverá um NAT entre as portas ou se elas serão simplesmente uma “Bridge” ou, uma ponte. O modo correto de operação a ser selecionado neste caso é “Bridge”.

DHCP

tela_ht503_05

Neste ponto nós iremos habilitar ou desabilitar o DHCP do gateway. Quando resetado o gateway vem por padrão com o DHCP habilitado e entregando IPs do range 192.168.2.100 até 192.168.2.199 para os equipamentos conectados na porta LAN.

Por qual motivo?

Certamente para que você possa acessá-lo facilmente via porta LAN, uma vez que o acesso pela porta WAN está bloqueado. Desta forma, se você conectar seu notebook/desktop na porta LAN do gateway e sua máquina estiver configurada para receber IP por um servidor DHCP, o gateway lhe concederá um IP compatível com seu IP padrão (192.168.2.1) e você possa acessá-lo.

IMPORTANTE:
Cuidado, muito cuidado ao colocar as portas do gateway em “Bridge” e deixar o DHCP no gateway habilitado. Conseqüentemente, se a sua rede já possui um DHCP nela, você estará colocando mais um na rede. E pior, se a sua rede for, por exemplo, no padrão 10.1.1.X e você fizer essa configuração no gateway; colocando-o em “Bridge” e deixando o DHCP habilitado nele, você começará a entregar um IP que não terá navegação aos seus usuários; e se a rede for do mesmo padrão, poderá haver conflito de IP na sua rede. Portanto, quando operando em modo “Bridge” DESABILITE O DHCP DO GATEWAY. Pronto! Agora vá até a parte inferior da página e clique no botão “Update”.

basic settings

Após alterar as configurações ele lhe mostrará a seguinte mensagem.

tela_ht503_update

Vá até o rodapé e clique em “Apply”. Conseqüentemente você verá a seguinte mensagem e o botão de “Reboot”.

basic settings

NÃO CLIQUE EM “REBOOT” agora. Além disso, vamos fazer outras alterações no gateway e executar depois esse reboot.

Gateway analógico HT-503/813 – Parte 2
Gateway analógico HT-503/813 – Parte 4
%d blogueiros gostam disto: